Configurando o Gerenciamento de Cores no Adobe Photoshop, Illustrator e Indesign

Configurando o Gerenciamento de Cores no Adobe Photoshop, Illustrator e Indesign

SHARE:

Política de Gerenciamento de Cores Pois é até aqui temos um pouco de política, ou seja, uma vez que você configurou os perfil de cores que você deseja...

Automatizando Reflexos com Ações/Actions no Photoshop
Entrevista com Horácio Soares – Palestrante do WS de UX/UI – Design de Apps em Floripa
Entrevista com Hugo Ceneviva – Creative Retoucher

Política de Gerenciamento de Cores

Pois é até aqui temos um pouco de política, ou seja, uma vez que você configurou os perfil de cores que você deseja utilizar, o que o software deve fazer com os arquivos que você abrir e foram criados com perfil diferentes.

Para o RGB e CMYK as escolhas são:

OFF/DESLIGADO – O software não vai gerenciar perfil de cores. (extremamente não recomendado para ninguém).

PRESERVE EMBEDDED PROFILE / PRESERVAR PERFIL INCORPORADO – Apesar de seu Photoshop por exemplo estar utilizando o Adobe RGB e você abrir um arquivo que está utilizando o sRGB. Este arquivo não vai sofrer a conversão de perfil, ele vai se manter no perfil sRGB. Essa escolha é pertinente para profissionais que trabalham multimídia, assim caso você queira alterar o perfil de cores, você fará isto depois de abrir o arquivo. (veremos isto depois).

CONVERT TO DESTINATION / CONVERTER PARA DESTINO – Usando o mesmo exemplo acima, neste caso quando você abrir o arquivo, ele será convertido automaticamente para o perfil que está configurado o seu software, ou seja conforme o exemplo anterior, o arquivo será convertido para Adobe RGB. Essa conversão pode alterar os valores RGB de uma cor com a finalidade de manter a aparência dela em um outro perfil de cores. O mesmo pode acontecer com os perfil CMYK, como exemplo neste processo de conversão, um azul que em um perfil tem C100 e M100 ao ser convertido para outro perfil ele pode ser alterar a composição ficando por exemplo C99 M100 Y18 K4. 

Para o CMYK dentro do Illustrator e do Indesign temos mais uma opção

PRESERVE NUMBER – Como a opção anterior (CONVERT TO DESTINATION) esta opção vai converter o seu arquivo para o perfil de cores utilizado pelo seu software. Mas ele vai preservar os valores, ou seja, neste processo de conversão, um azul que em um perfil tem C100 e M100 ao ser convertido para outro perfil ele preserva os valores de C100 e M100. Mas não necessariamente será exatamente a mesma cor no novo espaço de cor. Esta é a opção que prefiro ao trabalhar com arquivo em CMYK, principalmente quando tenho textos em PRETO 100%.

Quando o perfil for diferente ou estiver ausente

Então você poderá optar para que ao abrir ou colar o arquivo o aplicativo lhe avise, para então você decidir o que deseja fazer.

Profile Mismatches/Perfis não correspondentes: Quando o perfil de cores do documento for diferente do perfil configurado, você pode ligar as opção ASK WHEN OPENING /PERGUNTAR AO ABRIR e ASK WHEN PASTING / PERGUNTAR AO COLAR e o aplicativo vai lhe pedir se você deseja manter o perfil do documento ou converter para o perfil do aplicativo ou outro perfil que desejar.

Missing Profile / Perfil Ausente: Quando não existir um perfil de cores associado ao documento. também você pode ligar a opção ASK WHEN OPENING / PERGUNTAR AO ABRIR, se você deseja ou não atribuir um perfil ao documento.

Mecanismos (Engine) de Conversão e Intenção de Renderização (Intent)

Beleza, uma coisa é definir que queremos fazer a conversão do perfil de cores, outra coisa é como essa conversão irá acontecer.

A escolha do mecanismo é obvia, sempre será Adobe as outras opções será o próprio mecanismo da Appl (no Mac) ou da Microsoft (no PC).

A intenção é que pode mudar tudo, ou seja ela é que controla como as cores será convertidas.

Perceptual/Perceptivo – Visa preservar a relação visual entre as cores de forma para que ela seja percebida como natural ao olho humano, embora os próprios valores de cores possam ser alterados. Esse propósito é adequado para imagens fotográficas com várias cores fora da gama. É o propósito de saída padrão da indústria de impressão japonesa.
Trocando por miúdos: todas as cores serão alteradas proporcionalmente visando manter a diferença entre elas, assim você preserva áreas de texturas e sombras que estiverem fora da gama de reprodução do equipamento. (essa é a opção que eu prefiro utilizar)

Saturation/Saturação – Tenta produzir cores vivas em uma imagem às custas da precisão das cores. Esse propósito de saída é adequado para elementos gráficos comerciais, como gráficos ou diagramas, onde as cores saturadas com brilho são mais importantes do que a relação exata entre cores.
Trocando por miúdos: Dificilmente esse cara vai ser bom para quem trabalhar com fidelidade de cor, pois o foco dele é manter as cores mais vivas e saturadas e não necessariamente manter as cores como elas são.

Relative Colorimetric / Colorimétrico relativo – Compara o realce extremo do espaço de cor de origem com o do espaço de cor de destino e altera todas as cores conforme necessário. As cores fora da gama são alteradas para a cor mais próxima que pode de ser reproduzida no espaço de cor de destino. O método de renderização Colorimétrico relativo preserva uma quantidade maior das cores originais da imagem em comparação ao Perceptivo. É o método de renderização padrão para impressão na América do Norte e na Europa.
Trocando por miúdos: Somente as cores fora da gama de reprodução do equipamento são alteradas, ou seja você consegue na conversão maior fidelidade de cores, porém, tons que estiverem fora da gama, poderão se equiparar com outros tons, ou seja duas cores levemente diferentes podem se igualar, assim você acaba perdendo textura e em muitos casos detalhes em área de sombra. (Gosto de utilizar essa opção quando trabalho com ilustração por exemplo, seja em estampas ou em pintura digital).

Absolute Colorimetric / Colorimétrico absoluto – Não altera as cores contidas na gama de cores de destino. As cores fora de gama são cortadas. Nenhum redimensionamento de cores para o ponto branco de destino é realizado. Esse propósito visa manter a precisão das cores às custas da preservação das relações entre elas e é adequado para a realização de provas para simular a saída de um dispositivo específico. Esse propósito de saída é especialmente útil para visualizar como a cor do papel afeta as cores impressas.
Trocando por miúdos: Em geral ele é bom para simular provas de cores em diferentes dispositivos, mas não necessariamente para converter o arquivo para finalização nesta opção, apesar que as vezes ele faz um bom trabalho.

Use Black Point Compensation/Usar compensação de ponto preto: Garante que os detalhes de sombras na imagem sejam preservados simulando o intervalo dinâmico completo do dispositivo de saída. Selecione essa opção se você planeja usar a compensação de ponto preto ao imprimir (recomendado na maioria das situações).

Use Dite / Utilizar pontilhamento (Photoshop) Controla se as cores devem ser pontilhadas na conversão de imagens de 8 bits por canal entre espaços de cores. Quando a opção Utilizar pontilhamento está selecionada, o Photoshop combina as cores no espaço da cor de destino para simular uma cor ausente que existia no espaço de origem. Embora o pontilhamento ajude a reduzir a aparência em etapas dos degradês principalmente, ele também pode resultar em tamanhos de arquivos maiores quando as imagens são compactadas para uso na Web.

PÁGINAS

1 2 3

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 8
  • comment-avatar
    Loco 2 anos

    Gostaria de saber onde estão os perfis Color Macth RGB e o Iso Coated V2? Pior post que já vi sobre o assunto!

    • comment-avatar

      Olá Loco, pena que você não gostou da postagem, A idéia do post é explicar o que cada função do painel de configurações faz e o que pode acontecer ao alterá-lo.
      Os perfis que citei são os que mais utilizo entre vários fornecedores. Mas mesmo assim obrigado por compartilhar a sua opinião. Se tiver alguma sugestão fique a vontade para enviar pelo formulário de contato.

  • comment-avatar

    Achei o post mais que satisfatório, pelo menos pra mim, recém formado e com pouca bagagem de trabalhos impressos. Obrigado DC!

    • comment-avatar

      Que bacana Victor… Esse é o objetivo do post, dar um norte para quem está começando.
      Sucesso para você

      Ermelino Rocha Junior

  • comment-avatar
    Vinícius Alberto 1 ano

    Dica muito boa, eu gostei muito. Muito obrigado por compartilhar.

  • comment-avatar
    Heron santos 12 meses

    boa, cara! enfim achei o que queria saber… Grato =)